Função Pública avança para greve em junho contra cortes do governo

Todos os sectores da Função Publica deverão fazer greve em junho, embora ainda não esteja definida a data, que deverá ser anunciada no final deste mês. Esta foi a decisão dos sindicatos da Frente Comum que estiveram reunidos esta manhã.

 

"O que foi aprovado foi um dia de greve de todos os sectores da administração pública no mês de junho cuja data será conhecida até ao final desta semana", afirmou ao Dinheiro Vivo Ana Avoila, coordenadora da Frente Comum.

 

Ana Avoila, acrescentou que "será uma greve de todos os sectores da administração pública, tendo em conta já as greves e manifestações anunciadas, dos professores, dos funcionários da Câmara de Lisboa, das Forças Armadas", e tendo em conta a situação atual "de cortes, decidimos avançar para um dia de greve".

Para o dia 25 de maio está marcada uma manifestação organizada pela CGTP. Estão marcadas greves ao serviço de avaliações, anunciadas pela Fenprof, para os dias 11, 12, 13 e 14 de junho, uma manifestação nacional no dia 15 e uma greve nacional de professores a 17 de Junho, dia de exames nacionais.

As medidas que têm vindo a ser contestadas pelos sindicatos estão  relacionadas com o aumento do horário de trabalho, a revisão do regime de mobilidade especial, a alteração da tabela salarial da Função Pública e os cortes retroactivos nas pensões da CGA.

fonte:http://www.dinheirovivo.pt/

publicado por adm às 20:40 | comentar | favorito