Jovens europeus insatisfeitos com condições de trabalho no país de origem

O "Eurobarómetro sobre Juventude em Movimento" divulgado esta sexta-feira pela Comissão Europeia revela que quase 60 por cento dos jovens portugueses dizem-se dispostos a abandonar o país, em busca de melhores condições de trabalho e emprego noutro país da Europa.

 

Os números apurados em Portugal quanto às perspectivas de emprego dos jovens, dos quais 57 por cento admitem optar pela emigração num outro qualquer Estado-membro, está em consonância com as percentagens apuradas nos restantes países europeus, onde a média de jovens que admite sair do seu país de origem atinge os 53 por cento.

O relatório refere ainda que do total de 53 por cento dos jovens europeus que colocam a hipótese de trabalhar noutro país europeu, 28 por cento gostariam de o fazer apenas por um período limitado de tempo (32 por cento entre os portugueses), enquanto 25 por cento admitem uma estadia prolongada, percentagem igual à apurada em Portugal.

Entre os que se mostram satisfeitos com as condições de emprego no país e colocam de parte a ideia de migrar em Portugal essa vontade é manifestada por 38 por cento dos inquiridos, contra 44 por cento da média europeia.

fonte:http://noticias.portugalmail.pt/

publicado por adm às 23:05 | comentar | favorito
tags: