Estado perdeu 22 mil funcionários públicos num ano

Comparando 2013 com 2011, o número de funcionários que deixaramo emprego público fica quase nos 49 mil.

O Estado perdeu 22 mil funcionários públicos em 2013. No final do ano passado, a administração pública somava quase 563.600 trabalhadores, quando em 2011 eram mais de 612.500, ou seja, em dois anos, quase 49 mil pessoas deixaram de ser funcionários públicos. 

Segundo a Síntese Estatística do Emprego Público (SIEP), divulgada esta segunda-feira, entre 2012 e 2013, o emprego nas administrações públicas recuou 3,8%, ultrapassando a meta anual de 2% acordada com a “troika”. 

O emprego público, segundo o documento, recuou na administração central, nas regiões autónomas e na administração local. 

Apesar da diminuição do número de funcionários públicos no final de 2013, em Setembro do ano passado havia mais 4.300 pessoas a trabalhar na administração pública do que em Junho do mesmo ano. Dados que a Direcção-Geral do Emprego Público justifica com a contratação de professores e auxiliares para o início do ano lectivo em vigor. 

Ainda segundo a Síntese Estatística, o emprego no sector das administrações públicas representa 10,5 % da população activa e 12,4% da população empregada.fonte:http://rr.sapo.pt/

 

publicado por adm às 21:01 | comentar | favorito